Quarta, 12 Mai 2021 11:20

Entidades do Magistério dizem não à farsa do ensino integral

Avalie este item
(2 votos)

O grupo 'Juntos Somos Mais Fortes' — que congrega as entidades do magistério paulista (CPP, Apeoesp, Apase, Afuse, Apampesp e Udemo) — manifestam-se contra o Programa de Ensino Integral (PEI), proposto pelo governador João Doria (PSDB) de forma discriminatória. A medida desconsidera os conselhos de escola e a vontade das comunidades. A decisão do grupo de publicar um posicionamento oficial foi tomada nesta terça-feira (11), em reunião extraordinária das entidades.

Segundo a professora Maria Lúcia de Almeida, terceira vice-presidente do CPP, é inadmissível o que o governo quer. "Ele atrai o docente pela gratificação dos 75%, que não é incorporada ao salário-base. O professor deixa de ser efetivo para ser contratado, perdendo todas as garantias que conseguiu dentro da carreira do magistério. Ele quer devastar a carreira. Todos os professores e profissionais da Educação serão afetados. Não podemos deixar. Temos que lutar contra esse absurdo", afirma.

Veja o manifesto das seis entidades que compõem o grupo 'Juntos Somos Mais Fortes".

Lido 1265 vezes

3 comentários

  • Link do comentário irene galego Segunda, 07 Junho 2021 13:47 postado por irene galego

    queremos mais explicações sobre o assunto CPP.

  • Link do comentário Luciana Segunda, 17 Mai 2021 08:27 postado por Luciana

    . O professor deixa de ser efetivo para ser contratado, perdendo todas as garantias que conseguiu dentro da carreira do magistério.

    Bom dia! Onde encontro esta legislação? Gostaria de entendê-la melhor.

    Obrigada.

  • Link do comentário Rômulo Marata Sexta, 14 Mai 2021 10:52 postado por Rômulo Marata

    Sou da Integral e não deixei de ser Efetivo..... CPP é uma instituição série por gentileza passem a informação correta. Não combina com com o CPP

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.