Segunda, 04 Junho 2018 16:01

Por meio de pipas, projeto dá aula de segurança em rede elétrica

Avalie este item
(1 Voto)

Ensinamentos sobre umas das brincadeiras mais conhecidas da população une-se às noções de segurança com a rede elétrica, contemplando o folclore envolvido em uma das mais populares atividades infantis a céu aberto: soltar pipas 

A pipa carrega o simbolismo da infância, trabalhando a criatividade da criança. E que tal aplicar todo esse caráter lúdico como um instrumento educacional? A proposta da Evoluir – Educação Transformadora,em parceria com a EDP, por meio do Instituto EDP, para o projeto Brincando com Pipas é aliar valores do aprendizado contidos na ciência e no folclore da pipa aos conceitos de segurança com relação aos perigos do contato com a rede elétrica. Neste ano, a ação ocorre em comunidades escolares dos municípios de Guarulhos e Suzano, com palestras pedagógicas e um evento coletivo chamado “Revoada”.

Uma das principais atividades do projeto acontece entre 5 e 21/6. As Escolas Jorge Amado (5/6, às 08h e 14h - Avenida João Bassi, S/N - Jardim Pres. Dutra) e Tom Jobim (7/6, às 08h30, 12h30 e 15h30 - Av. Coqueiral, 90 - Cidade Serodio) receberão palestras com eletricistas da EDP, em uma oportunidade para se trabalhar os conceitos sobre os cuidados com a rede elétrica, além de apresentar informações úteis sobre a transmissão e distribuição da energia e, o mais importante, como brincar em segurança.

Para que a sinergia de todos esses valores ocorra de forma coesa, o projeto promove desde a formação de professores – que ocorre em sessões fechadas comandadas por educadores da Evoluir, que se utilizam de material didático criado pela própria empresa, - até ações diretas com alunos e comunidade.

Também são promovidos pocket shows teatrais, em peça chamada ‘Brincantes e Brincadeiras’, pela Cia. Trem Bão, que servem como ferramenta de engajamento do público e multiplicação dos conceitos trabalhados no programa, além das próprias palestras com eletricistas da EDP e da distribuição do Livro “Sofi, a Pipa Bailarina”, de Solange Silveira Garcia, ilustrado pelo renomado artista visual Edson Ikê, incluindo bate-papo com a autora.

Já a grande confraternização do “Brincando com Pipas” é a Revoada de Pipas, evento que acontece em 21/6, com local e horários a serem definidos. A iniciativa reunirá alunos, professores, funcionários das escolas atendidas, pais e mestres pipeiros numa grande reunião para colorir os céus com os mais diferentes modelos, formatos e cores por meio de pipas confeccionadas ao longo do projeto.

‘Brincando com Pipas’ é baseado em instâncias que garantem eficácia em campos diversos: a primeira delas é a inspiração em autores-referências da área educacional – Jean Piagget e Lev Vygotsky são as principais fontes, sobretudo em termos relativos ao brincar enquanto ferramenta indispensável para a primeira formação de crianças e, em outro plano, está a sintonia com os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), elaborados em 1998 e que constituem o principal documento pedagógico do Brasil. 

O projeto reúne o know-how de empresas com larga experiência em suas áreas de atuação. A Evoluir atua há mais de 22 anos nos mercados educacional e editorial e, neste período, deixou a sua marca em 17 Estados e 70 municípios do País, beneficiando mais de 125.000 pessoas em 19 projetos que ocorrem via parcerias público-privadas, mecanismos de incentivo à cultura e educação e patrocínios diretos. A EDP é uma das cinco maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. Ela mantém o Instituto EDP, responsável por investimentos e iniciativas sociais em favor da educação, desenvolvimento e sustentabilidade.

Lido 1808 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.