Imprimir esta página
Sexta, 06 Setembro 2019 19:49

Merlí, a série catalã que exalta o poder da filosofia

Avalie este item
(1 Voto)

Professor usa o estudo das questões humanas para transformar a vida dos alunos; episódios levam nomes de grandes pensadores

O friozinho bateu à porta em São Paulo e reforçou que a estação da vez ainda é o inverno. Então, que tal aproveitar o convite da previsão do tempo para um sofá com edredom e curtir aquela série que só a Netflix oferece? Digite lá: Merlí. Prepare a pipoca, o senso de reflexão e aperte o play. Hora de filosofar.

Merlí é uma série catalã (Catalunha, Espanha) protagonizada por Francesc Orella, ator que dá vida a um professor de filosofia pra lá de irreverente. Criada por Héctor Lozano e dirigida por Eduard Cortés, a proposta da ficção é mostrar que o estudo das questões humanas pode ser apaixonante, além de extremamente divertido.

A trama começa com o professor que batiza a série, Merlí Bergerom, desempregado, enfrentando divórcio e se vendo obrigado a morar com a mãe, Carmina Calduch, interpretada por Anna Maria Barbany, depois de ser despejado. Apático pela falta de um trabalho interessante, consegue uma vaga de professor de filosofia no Instituto Angel Guimera, o que muda completamente a sua vida e, claro, a de seus novos alunos.

Merlí leciona para nível de ensino equivalente ao ensino médio no Brasil. A proposta do professor nada convencional é aproximar a filosofia da vida dos estudantes, além de aplicá-la — objetivo alcançado com êxito, tanto que se torna o docente mais querido da instituição. Cada episódio é fundamentado em um grande pensador ou escola filosófica, como Platão, Aristóteles, Nietzsche, Schopenhauer e outros.

Em três temporadas, as histórias de cada capítulo abrangem questões da existência humana, bem como de relações sociais. Amor, amizade, separação, problema de saúde, dificuldade financeira, traição, sexualidade, filho na adolescência, bullying, suicídio, drogas, religião e competição no ambiente de trabalho são alguns dos temas abordados.

O destaque vai para a habilidade de Merlí de ajudar as pessoas por meio da filosofia. Ele consegue fazer com que um de seus alunos que sofre de distúrbio de ansiedade (agorafobia) volte à escola, assim como rompe diversos tipos de preconceitos entre os estudantes, seja por estética, condição socioeconômica ou orientação sexual.

A série foi produzida pela TV3 e exibida na Espanha pela primeira vez em 2015, mantendo-se na liderança de audiência e consagrando-se como um dos grandes sucessos das produções televisivas espanholas. Falada em catalão, está disponível com legenda na Netflix, ou seja, além de filosofar, você pode praticar um novo ou já conhecido idioma.