Sexta, 13 Setembro 2019 19:43

"Malala, a menina que queria ir para a escola" está em cartaz

Avalie este item
(1 Voto)
"Malala, a menina que queria ir para a escola" está em cartaz Foto: divulgação/Ricardo Borges

Pela primeira vez em São Paulo, peça que foi sucesso no Rio fica até 27 de outubro no Teatro Procópio Ferreira


"Uma história real e comovente para inspirar pais e filhos a acreditarem no poder transformador da educação." É assim que a direção da peça "Malala, a menina que queria ir para a escola" define o elogiado espetáculo infantojuvenil, primeira adaptação teatral do livro-reportagem da escritora e jornalista Adriana Carranca. A trama, que estreia neste sábado (14) no Teatro Procópio Ferreira, narra a viagem da repórter ao Paquistão, dias depois do atentado à vida de Malala por membros do Talibã, por defender o direito de meninas à educação.


A trajetória da peça é expressiva. Já passou por alguns estados e, hoje, tem marca consolidada de mais de 25 mil espectadores. O espetáculo é patrocinado pelo Itaú Unibanco – que promoveu em 2018 um debate sobre educação e empoderamento feminino com a presença de Malala em São Paulo, mediado por Adriana Carranca.


A jornalista curiosa, desbravadora e inquieta, atravessou meio mundo para descobrir o que aconteceu de verdade com a menina chamada Malala Yousafzai e por que ela estava sendo perseguida. Era uma missão perigosa, pois a terra natal de Malala, um vale no interior do Paquistão, havia se tornado território proibido para jornalistas. Vestida como as mulheres do Vale do Swat, a jornalista circula pelas ruas da cidade, se hospeda na casa de moradores locais, conhece as amigas de Malala, sua escola e até mesmo a casa onde morava.


“Ficou claro para mim que esta era uma história inspiradora para os pequenos, por Malala ser apenas uma menina, uma jovem de uma zona tribal que acreditou nos seus sonhos. Por ser uma história de amor a escola, aos professores e aos livros”, comenta. “Eu queria muito que as crianças brasileiras também acreditassem que é possível mudar o mundo.”


Adriana Carranca publicou, em 2015, o livro-reportagem “Malala, a menina que queria ir para a escola”, que foi vencedor do Prêmio FNLIJ, da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil nas categorias Escritora Revelação e Livro Informativo. A obra também foi recomendada pela FNLIJ para adoção nas escolas. Lançado em Portugal e em todos os países da América Latina, em breve o livro ganhará uma tradução para o alemão, turco e urdu.


SERVIÇO

Espetáculo: “Malala, a menina que queria ir para a escola”
Local: TEATRO PROCÓPIO FERREIRA
Endereço: Rua Augusta, 2.823 – Cerqueira César – São Paulo
Temporada: 14 de setembro a 27 de outubro de 2019
Horários: sábados e domingos, às 15h.
Ingressos: R$ 90 inteira, R$ 45 meia-entrada
Informações:  (11) 3083-4475

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.