Quinta, 28 Mai 2020 14:31

E-book gratuito para crianças com dicas e práticas pedagógicas

Avalie este item
(1 Voto)

Voltado para a educação infantil e fundamental, guia fornece diversas orientações também em inglês, como música e tutoriais para espalhar a cultura maker

 

As creches e escolas estão fechadas. Crianças em casa e boa parte dos pais também trabalhando de maneira remota para o Covid-19 não se proliferar. Para apoiar as famílias nesta quarentena, a International School, empresa de soluções para o aprendizado da língua inglesa dentro das escolas, elaborou um e-book gratuito que funciona como um guia virtual de rotinas para crianças e adolescentes que se encontram na educação infantil ao ensino fundamental.

 

O material inclui atividades físicas e projetos conectados com o momento atual — todas as práticas foram desenvolvidas pelo time pedagógico e por uma especialista da área da saúde.

 

A iniciativa conta ainda com o Kodu, um ambiente de programação visual que desenvolve competências como o raciocínio lógico, resolução de problemas, pensamento crítico e autonomia. “Mesmo em meio a tempos de isolamento social ter uma rotina é fundamental para crianças, adolescentes e até mesmo os adultos. Além de ajudar a planejar melhor o dia, manter uma organização nas atividades diárias pode ajudar a reduzir o estresse e controlar a ansiedade”, explica Cinthia Bulgarelli, pós-graduada em Neuropsicopedagogia e atuante na área educacional há mais de nove anos.

 

Segundo a fisioterapeuta Laura Alves Menten, “a rotina de atividades é essencial para manter o desenvolvimento neuropsicomotor, e por isso é necessário estimulá-lo continuadamente.”, alerta a profissional, que está se especializando na área Neurofuncional da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

 

Para acessar o material clique aqui.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.