Terça, 28 Julho 2020 10:59

Heroína: todo mundo precisa de ajuda

Avalie este item
(0 votos)

Romance aborda temas como drogas, feminismo, abusos e depressão em enredo profundo sobre saúde mental


O lançamento da escritora Nana Lees reúne as duas definições de heroína em um enredo profundo sobre dores, lutas e saúde mental. A partir dos narradores personagens, os leitores de Heroína são apresentados a um internato de elite onde jovens considerados rebeldes fingem que recebem educação, enquanto, na verdade, aprendem todos os esquemas do mundo adulto.

Os grandes personagens narradores dessa história são Helen e Otávio. Ela é filha de um grande líder da indústria bélica... ele é herdeiro de um legado imenso da indústria de narcóticos. O ponto alto da trama é quando Helen, vítima de ansiedade e com princípio de depressão, toma a iniciativa de ajudar uma pessoa muito querida – a rotina de aparências começa a desmoronar quando se enrosca com Otávio, amigo de infância.

Preocupada em revelar a personalidade única de cada personagem, Nana detalha as descrições físicas e emocionais de cada um. O foco é sempre nos problemas psicológicos que assolam o mundo, mas que a maioria ignora.

Viciada em mangás, Nana Lees criou em Heroína um novo mundo para expressar suas próprias ideias – sempre com um lado reflexivo e um tanto bem humorado.

Informações: (11) 9 5847-6630 - e-mail: nadia.lise@gmail.com

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.