Quinta, 01 Dezembro 2022 15:58

Aumento de 50% no salário do governador eleito é acintoso

Avalie este item
(0 votos)
Aumento de 50% no salário do governador eleito é acintoso Foto: Agência Mural

Rendimentos de Tarcísio de Freitas passam de R$ 23 mil para R$ 34,6 mil


O aumento de 50% no salário do governador eleito Tarcísio de Freitas (Republicanos), aprovado nesta terça-feira (29), na Assembleia Legislativa do Estado (Alesp), é acintoso para com a população paulista. A avaliação é da presidente do CPP, Loretana Paolieri Pancera. Segundo ela, a medida, que se estende a cargos do funcionalismo público, nos casos de quem recebe o teto, privilegia poucos servidores e supervaloriza a posição de um chefe do Executivo que nem sequer iniciou os trabalhos.

"Diante de uma situação econômica bastante delicada não apenas em São Paulo, mas no Brasil, com pessoas passando fome depois de perderem empregos por causa da pandemia, recebi a notícia com incredulidade. O governador teve reajuste acima da inflação antes mesmo de tomar posse."

Além do aspecto social, a votação da proposta na Alesp causa espanto do ponto de vista fiscal. Servidores aposentados e pensionistas sofreram descontos previdenciários abusivos nos últimos dois anos, por exemplo, sob alegação de déficit nas contas do governo paulista.

"Pelo visto, nunca houve problema de caixa. Há privilégio para uns, e ataques para outros. Uma verdadeira injustiça, principalmente se considerarmos os rendimentos defasados da grande maioria das aposentadorias. Vamos lutar pela devolução dos valores cobrados indevidamente", destaca Loretana.

Situação idêntica ocorre com servidores da ativa, que passam anos sem reajuste e piso incompatível com as responsabilidades da função. É o caso dos professores, cujos salários não alcançam, ainda que no topo da carreira, um terço dos R$ 34,6 mil do novo rendimento do governador eleito.

"Constrangimento é o que sentimos neste momento, ao contrário das autoridades", conclui Loretana.

O aumento, que beneficia também o vice-governador e secretários, foi articulado com o atual governador, Rodrigo Garcia (PSDB), que deve sancioná-lo nos próximos dias. Deputados da base do governo e de oposição se uniram para aprovar a iniciativa na Alesp, conforme lista a seguir.

Veja aqui os deputados que votaram contra e a favor

Lido 936 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.