Quinta, 28 Dezembro 2017 16:47

CPP confere ações do Proerd em manter alunos longe das drogas

Mônica de Araújo
Avalie este item
(7 votos)

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) tem como base o DARE (Drug Abuse Resistance Education) e foi criado nos Estados Unidos pela Professora Rutty Hellen em conjunto com o Departamento de Polícia da cidade de Los Angeles, EUA, em 1983. Atualmente o Programa atua em 58 países.
 

O tradicional lema “Manter Nossas Crianças Longe das Drogas” é bem conhecido em todo o mundo. No Brasil, criado em 1992, o Proerd  é igualmente prestigiado no contexto escolar em todo o território nacional.

 

No Brasil, o Programa é pedagogicamente estruturado em lições, ministradas obrigatoriamente por um policial militar fardado que foca no fortalecimento do trinômio: Polícia Militar, Escola e Família.
 

Segundo a Polícia Militar do Estado de São Paulo, o “objetivo do Programa é prevenir o uso e abuso de drogas, por meio de orientação e conscientização dos efeitos provocados pela dependência de substâncias químicas, sejam elas lícitas ou ilícitas por meio de um conjunto de ações preventivas contra as drogas e a violência, apoiando iniciativas com a família, estudantes e professores, sendo aplicado aos alunos de forma dinâmica e divertida."
 

O intuito é encorajar as crianças, em idade escolar, a ampliar suas alternativas positivas para evitarem o uso de drogas e a prática da violência. Oferece ainda estratégias para desenvolvimento da competência social, noções de cidadania, habilidades de comunicação, autoestima, tomada de decisões, resolução de conflitos e objetivo de vida.

O CPP participou da formatura do 5º ano na E.E Professor José Hermenegildo Leoni, na zona sul de S. Paulo e pôde conferir a ação do PROERD na conclusão do curso desta turma ministrada pela policial Paloma Pereira da Silva.

 

A professora Núbia dos Anjos explica o envolvimento do Programa: 

“ Não tem como não estar envolvida. É o nosso dia a dia. O Proerd abrilhanta o nosso trabalho. Desde o início, desde pequenininhos, falamos para os alunos e aos seus pais a respeito das drogas e como ter uma vida mais saudável. É um trabalho que resgata os valores e a sensibilidade da família.”



 

A professora Deise Tavares  enfatizou os ensinamentos passados aos alunos para a conscientização das consequências das drogas:

“ Parabenizo a atuação da policial Paloma. Congratulo os pais, porque os filhos são espelho dos pais. Peço aos alunos que não se esqueçam de tudo o que foi transmitido, de todas as regras que puderam conhecer em relação às drogas. Fiquem sempre atentos."

 

O professor Ricardo Santoni, diretor da escola, chama a atenção para as orientações ministradas:

“ A cada ano que passa lutamos para manter o Proerd atuando aqui. É um programa que não pode parar. Sabemos da importância das orientações passadas aos alunos.”

 

Frente ao Programa, extremamente elogiada pela sua atuação no Proerd em 2017, a policial Paloma Pereira da Silva conheceu e admirou o Proerd em 2004.

“ Há quatro que estou na Policia Militar do estado de  São Paulo, mas apenas há um ano que sou instrutora. Tive contato com o Proerd em 2004. Admirei o programa e pensei: vou fazer também e aplicá-lo nas escolas. “  

 

PROERD  São Paulo    

 DPCDH (11) 3327-7701

|dpcdh@policiamilitar.sp.gov.br

 

E.E Professor José Hermenegildo Leoni

Endereço: Rua Domênico Palma, 451

 São Paulo - SP, 04652-060

Telefone: (11) 5562-1169

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.