Quarta, 19 Março 2014 20:36

Em Brasília, professores se unem e cobram melhorias na educação

Avalie este item
(0 votos)

A manhã desta quarta-feira, 19, foi marcada pelo ato “Dia Nacional de Greve Contra a Falta de Investimentos na Educação”, realizado em frente ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília. Diversos educadores de todo o país participaram do protesto, que cobrou melhorias para a categoria.

 

Os cerca de 2,5 mil professores se reuniram com faixas, cartazes e apitos. Entre as principais exigências, destacaram-se o cumprimento da lei do piso, a votação imediata do Plano Nacional de Educação (PNE) e a destinação de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) para a educação. 

 

A manifestação foi convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) na última segunda-feira, 17, quando educadores entraram em greve nacional. Aproximadamente 30 homens do batalhão da Polícia do Exército fizeram a proteção do Palácio do Planalto. A Polícia Militar do Distrito Federal também acompanhou o ato. 

 

Expectativa

 

Ainda na tarde de hoje, 19, o ministro da Educação, José Henrique Paim, disse que espera a aprovação do PNE no Congresso até o mês de abril. “Esperamos que ele seja aprovado rapidamente e que os municípios se apropriem do seu conteúdo. O Congresso está trabalhando na direção de aprovar até o mês de abril.”

 

SECOM/CPP

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.