Terça, 25 Março 2014 21:25

Progressão continuada é rejeitada por pais, alunos e professores

Avalie este item
(0 votos)

Divulgada na última semana, pesquisa realizada por um sindicato dos professores mostrou que a progressão continuada é criticada por 94% dos pais, 75% dos alunos e 63% dos professores. O estudo, que avalia a qualidade da educação nas escolas de São Paulo, apontou para rejeição ao sistema pedagógico formado por ciclos, nos quais o estudante passa automaticamente para a etapa seguinte.

 

A avaliação mostrou também que, pelo modelo, aproximadamente 800 mil alunos passam de módulo sem conhecer efetivamente a disciplina da qual tiveram aula. O número equivale a 46% dos alunos da rede estadual, que admitiram ter passado de ano sem aprender a matéria. 

 

Embora no ano passado tenha ocorrido mudança de ciclos de dois para três, aumentando a possibilidade de reprovação, pais, professores e até mesmo alunos não acreditam que a progressão continuada seja eficiente. 

 

O estudo, encomendado ao Instituto Data Popular, utilizou metodologias quantitativa e qualitativa. Foram feitos oito grupos de discussão e 2,1 mil entrevistas, divididas em três grupos: professores de escolas estaduais de ensino fundamental e médio, alunos de 14 anos ou mais dessas escolas e pais ou mães. 

 

SECOM/CPP

 

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.