Sexta, 09 Mai 2014 18:53

Violência na infância potencializa o uso de drogas

Avalie este item
(0 votos)

As chances de que uma pessoa se torne dependente química quando adulta aumentam em até quatro vezes caso ela tenha sido vítima de algum tipo de violência na infância. A afirmação foi feita nesta semana (7/5) pela pesquisadora Clarice Sandi Madruga, durante a divulgação do 2o Levantamento Nacional de Álcool e Drogas, na Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina.

Segundo o levantamento, 55% dos homens que declararam ser viciados em cocaína sofreram violência quando menores de idade. Os usuários de maconha representam 50% deste perfil e os alcoólatras 42%. Entre as mulheres, o percentual de viciadas em álcool (56,5%) é o maior entre as que afirmaram ter sido agredidas na infância. Este perfil é seguido das viciadas em cocaína (37%) e maconha (29%).

O relatório é assinado pelos professores Ronaldo Laranjeira, Clarice Santi Madruga, Ilana Pinsky e Maria Carmen Viana. Todos integram o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas, da Universidade Federal de São Paulo.

Secom/CPP

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.