Quinta, 22 Mai 2014 18:25

Governo entrega novo pronto-socorro do Hospital do Servidor

Avalie este item
(0 votos)

O governo de São Paulo entregou nesta segunda-feira, 19 de maio, um novo e moderno pronto-socorro no Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) para atendimento aos usuários do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe). O setor foi priorizado no projeto de reforma do hospital, que vem recebendo R$ 146,7 milhões em investimentos do governo do Estado. Com a obra, o novo PS passa dos atuais 1.825 m² para 2.900 m² e agora possui características especiais para atendimento à população idosa, incluindo adaptação de consultórios e área física com dimensões adequadas e acessibilidade. Também contará com uma equipe multidisciplinar capacitada para assistência às pessoas com 60 anos ou mais e fluxo de atendimento respeitando os critérios de classificação de risco.


O número de leitos no pronto-socorro sobe de 44 para 53 e o de consultórios médicos, de 15 para 21. A sala de medicação, por sua vez, contará com 32 poltronas (até hoje eram 15) e outros seis leitos de observação. Já as salas de espera passam de 147 lugares para 341 lugares. Entre os diferenciais do novo espaço estão piso de manta vinílica, portas de correr para facilitar o transporte de cadeiras e macas, bate-macas que auxiliam na segurança dos pacientes, camas com quatro motores que reduzem o risco de quedas dos idosos e banheiros totalmente adaptados, com pisos antiderrapantes.Além disso, há mais conforto nas enfermarias, com cortinas e cadeiras para acompanhantes, bandejas isotérmicas que mantêm o alimento aquecido e utensílios especialmente desenvolvidos para os idosos (copos mais grossos e resistentes e de coloração diferenciada).


O novo PS possui também salas de pré-consulta, procedimento, assistência social e ultrassonografia, além de duas novas áreas específicas de higienização e um consultório de ginecologia. “O novo pronto-socorro garantirá as condições ideais de atendimento a todos os pacientes, adequando o espaço ao perfil do público atendido. Trata-se de uma grande conquista para os servidores, seus beneficiários e agregados”, afirma o superintendente do Iamspe, Latif Abrão Junior.

O Instituto realizou um treinamento com todos os funcionários do PS para que recebessem orientações e vivenciassem o cotidiano do paciente idoso, com o objetivo de sensibilizá-los quanto à importância de um atendimento especializado e humanizado. O PS do HSPE realiza atualmente, em média, 20 mil atendimentos por mês, nas especialidades de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ortopedia, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Neurologia, Psiquiatria, Ginecologia e Pediatria.O hospital também ganhará, em breve, um Centro de Promoção e Proteção à Saúde do Idoso, que contará com serviço de reabilitação física e social para a promoção do envelhecimento saudável e abrigará área de lazer e convivência, cozinha experimental e um anfiteatro para 420 pessoas.


Com a reforma do HSPE, o Centro de Oncologia do hospital terá capacidade operacional ampliada em 25%, passando a realizar cerca de 14,3 mil procedimentos por ano. O número de leitos de UTI Adulto será ampliado, passando dos atuais 52 para 78. Ainda fazem parte do projeto uma nova área da Central de Esterilização de Materiais e um novo Centro de Diagnóstico por Imagem. O Centro de Diagnóstico por Imagem realiza atualmente 30 mil exames/mês. A modernização das instalações e a melhoria no fluxo de atendimento permitirão aumentar a produção em 20%. A reforma também garantirá maior confiabilidade para o funcionamento de áreas que não podem estar sujeitas a interrupções de energia, como Centros Cirúrgicos e UTIs. Ao final das obras, a unidade se tornará referência nacional em assistência médica multidisciplinar a pacientes idosos e o primeiro “Hospital Amigo do Idoso” da América Latina. Hoje, o Iamspe atende 10% da população com 60 anos ou mais de todo o Estado de São Paulo, e 60% dos pacientes internados no HSPE são da terceira idade. O Instituto já desenvolve projetos voltados a essa faixa etária, a exemplo do Programa de Gerenciamento de Pacientes Crônicos, Prevenir Iamspe e Programa de Atenção ao Idoso (PAI).

Secom/CPP

2 comentários

  • Link do comentário Zen Sou Sábado, 24 Mai 2014 09:45 postado por Zen Sou

    Maravilha!
    Cheguei no PS as 9 horas com suspeita de dengue e me colocaram uma pulseirinha de cor verde para quem não tem risco de morte, mas passaram na minha frente a de cor amarela e a de cor vermelha passa na frente de todas as cores. Saí de lá as 19 horas, isto num sábado. Mas fui bem atendida, tem mesmo médicos dedicados.
    Pergunto:Mas será que o atendimento será mais rápido, com todas essas melhorias? Não adianta nada ter um espaço físico excelente se não tem médicos suficiente para o atendimento.

  • Link do comentário lidia donola Sexta, 23 Mai 2014 14:11 postado por lidia donola

    Muito bom, pois há exatamente 15 dias atrás precisei do pronto socorro e estava um horror, ninguém merecia aquilo que vi, nem pacientes nem funcionários do hospital.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.