Quinta, 14 Novembro 2019 16:36

Professores da rede estadual NÃO terão reajuste

Avalie este item
(12 votos)

Projeto "Modernização da Carreira", apresentado nesta quarta-feira (13) pelo governador João Doria, muda remuneração salarial para subsídio.

Última modificação em Quinta, 14 Novembro 2019 16:56

22 comentários

  • Link do comentário JOSE ANTONIO Sexta, 31 Janeiro 2020 23:58 postado por JOSE ANTONIO

    LEI Nº 11.738, DE 16 DE JULHO DE 2008.
    QUANTO A APLICAÇÃO DA CORREÇÃO ANUAL
    Art. 4o A União deverá complementar, na forma e no limite do disposto no inciso VI do caput do art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias e em regulamento, a integralização de que trata o art. 3o desta Lei, nos casos em que o ente federativo, a partir da consideração dos recursos constitucionalmente vinculados à educação, não tenha disponibilidade orçamentária para cumprir o valor fixado.

    § 1o O ente federativo deverá justificar sua necessidade e incapacidade, enviando ao Ministério da Educação solicitação fundamentada, acompanhada de planilha de custos comprovando a necessidade da complementação de que trata o caput deste artigo.

    § 2o A União será responsável por cooperar tecnicamente com o ente federativo que não conseguir assegurar o pagamento do piso, de forma a assessorá-lo no planejamento e aperfeiçoamento da aplicação de seus recursos.

    lendo a artigo quarto da lei do piso. dar uma sensação horrível que o sindicato é conivente com o governo. esse artigo deixa bem claro a correção, sem brechas jurídicas para estados e municípios mais. ou o estado tem advogados melhores que o sindicato ou ambos se completam contra os professores.
    Grata. CPP: encaminhado ao Departamento Jurídico. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Maria Cecilia Quinta, 30 Janeiro 2020 15:31 postado por Maria Cecilia

    Sinto muito por todos nossos superiores, que se sentem tão superiores por mero cargo de chefe, sub-chefe, diretor e seu vice, e por aí vai ... até o GOVERNADOR, do estado que se considera mais progressista da nação e infelizmente, esqueceu- se de onde vem, como chegou até aí, através de quem, recebeu os primeiros passos formais, de sua vida. Esqueceu- se de, quantas vezes o colo da professora foi o maior conforto, e o maior elogio de sua vida. Nem choro mais, sinto muita pena pois, logo poderá estar chorando a falta de “carinho e atenção “.
    Nos aposentados então, avós queridos de tantas crianças, adolescentes e jovens, somos esquecidos por quem não nos reconheceu como seres humanos.

  • Link do comentário Mariana Ribeiro de S. Santos Quinta, 30 Janeiro 2020 11:22 postado por Mariana Ribeiro de S. Santos

    Acho simplesmente ridículo essa mudança! Eu q até agora ñ acertaram minha aposentaria, tô recebendo uma merreca, ñ da nem pra pagar minhas contas! Como vou ficar? Os prof. Ñ deveriam voltar pra sala d aula pra receber salário fome. Se essa mudança fosse boa para os prof. esses governos ñ iriam fazer. Essa droga d bolsa família isso sim tem q acabar. Prof. trabalha pra dar dinheiro pra quem ñ quer trabalhar. Vagabundo preso recebendo salário! Ah.................indignada!

  • Link do comentário Sonia Aparecida diniz Domingo, 26 Janeiro 2020 18:23 postado por Sonia Aparecida diniz

    Como nos aposentados ficamos? Me aposentei com 1100,00 reais e agora sem aumento o salário mínimo vai passar do meu salário. Onde está a lei que não podemos receber menos que o salário mínimo?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário ROSE   MEIRE SANT ANA Domingo, 26 Janeiro 2020 14:33 postado por ROSE MEIRE SANT ANA

    Sou aposentada e o meu $$$$$$$$$$$$$mal da para os gastos mensais......e agaroa como fica???
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Silvana Sexta, 24 Janeiro 2020 20:26 postado por Silvana

    Como fica os aposentados?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Mairse luzia passos Sexta, 24 Janeiro 2020 19:35 postado por Mairse luzia passos

    Eu possuo o tempo, 5 quinquênios e evolução. Se eu aderir ao novo plano, eu perco o direito adquirido?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail. Att.

  • Link do comentário Edimara Pinheiro dos Santos Domingo, 24 Novembro 2019 09:55 postado por Edimara Pinheiro dos Santos

    Para os aposentados, essa mudança é boa ou ruim? Como fica nossa situação?
    Aguardo resposta por email.Obrigada.
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail. Att
    Editar

  • Link do comentário Prof. Mário Bagascio Sábado, 23 Novembro 2019 13:13 postado por Prof. Mário Bagascio

    A maior prova da FARSA deste plano denominado "Nova Carreira" traduz-se em uma palavra: IRREVERSIBILIDADE. Vamos esmiuçar um pouco mais isso. Consta no projeto do governo (projeto de lei a ser aprovado pela Assembleia Legislativa) que os novos infelizes que entrarem no Magistério Paulista OBRIGATORIAMENTE terão o regime da "nova carreira" (desprovida de estabilidade, mesmo passando em concurso, sem garantia alguma de quinqüênio, de prova méritos - manipuladas diga-se de passagem, etc). Ora, os professores atuais que, na ingenuidade, aderirem a esse verdadeiro CANTO DE SEREIAS, não poderão voltar ao sistema antigo. Ou, em outras palavras, trocarão o GARANTIDO pelo INCERTO e pelo ERRADO. O governo de dória nem tocou nesse ponto, aliás, isso não interessa. O que importa é enganar e ludibriar o pobre do professor. O que estamos vendo, na realidade, é um SUCATEAMENTO NUNCA ANTES VISTO na educação paulista: troca-se a carreira, sistematicamente estabelecida e duramente conquista e sistematizada por arremedos de uma farsa denominada "nova carreira". Esclareço aos professores que NÃO CAIAM nesse CANTO DE SEREIA. Não façam a adesão a esse engodo e mentira. Pensem bem: se isso fosse bom, a porta da reversibilidade deveria ser aberta. Ora, como o (des)governo quer pagar-nos com subsídios (incerto e mentiroso) e não com reajustes salarias (certo, incorporado ao salário e justo), ele fecha a porta do retorno. Ou seja, fazendo-se a transição para a "nova carreira", somente dores e problemas esperarão o professor. Espero que essa análise tenha lançado um pouco de luz sobre esse ENGODO e MENTIRA trompeteado pelo bassolino dória chamado erroneamente NOVA CARREIRA, mas sim NOVA MENTIRA Prof. Mário Bagascio

  • Link do comentário Prof. Mário Bagascio Quinta, 21 Novembro 2019 12:47 postado por Prof. Mário Bagascio

    A maior prova da FARSA deste plano denominado "Nova Carreira" traduz-se em uma palavra: IRREVERSIBILIDADE. Vamos esmiuçar um pouco mais isso. Consta no projeto do governo (projeto de lei a ser aprovado pela Assembleia Legislativa) que os novos infelizes que entrarem no Magistério Paulista OBRIGATORIAMENTE terão o regime da "nova carreira" (desprovida de estabilidade, mesmo passando em concurso, sem garantia alguma de quinqüênio, de prova méritos - manipuladas diga-se de passagem, etc). Ora, os professores atuais que, na ingenuidade, aderirem a esse verdadeiro CANTO DE SEREIAS, não poderão voltar ao sistema antigo. Ou, em outras palavras, trocarão o GARANTIDO pelo INCERTO e pelo ERRADO. O governo de dória nem tocou nesse ponto, aliás, isso não interessa. O que importa é enganar e ludibriar o pobre do professor. O que estamos vendo, na realidade, é um SUCATEAMENTO NUNCA ANTES VISTO na educação paulista: troca-se a carreira, sistematicamente estabelecida e duramente conquista e sistematizada por arremedos de uma farsa denominada "nova carreira". Esclareço aos professores que NÃO CAIAM nesse CANTO DE SEREIA. Não façam a adesão a esse engodo e mentira. Pensem bem: se isso fosse bom, a porta da reversibilidade deveria ser aberta. Ora, como o (des)governo quer pagar-nos com subsídios (incerto e mentiroso) e não com reajustes salarias (certo, incorporado ao salário e justo), ele fecha a porta do retorno. Ou seja, fazendo-se a transição para a "nova carreira", somente dores e problemas esperarão o professor. Espero que essa análise tenha lançado um pouco de luz sobre esse ENGODO e MENTIRA trompeteado pelo bassolino dória chamado erroneamente NOVA CARREIRA, mas sim NOVA MENTIRA Prof. Mário Bagascio

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.