Quinta, 27 Dezembro 2018 14:33

Livro traça paralelo entre as gerações escolares

Avalie este item
(0 votos)
Livro traça paralelo entre as gerações escolares Foto: Joaquim Mendes com o livro "A Ponte que Liga a Escola"/Aceituno Jr.

Professor e ex-dirigente regional de ensino, Joaquim Eliseo Mendes lançará, em Bauru, nos próximos dias, uma obra em que relata quase 70 anos de experiência no magistério. Intitulado "A Ponte que Liga a Escola", o livro traça o paralelo entre as gerações do ensino do ponto de vista do autor. O lançamento ocorreu na Sede Regional, no Jardim Brasil, em 18 de dezembro.
 

"Não falo de uma ponte estrutural, mas de uma ponte do tempo. Dos 70 anos que eu vivi, convivi, vi, aprendi e ensinei na escola. Os pontos positivos e negativos são rememorados. A escola do passado era muita rica. O ensino tinha qualidade, havia civismo. A prevenção de verminoses e aplicação de vacinas era feita nas unidades. Também havia dentistas nas escolas, algumas com serviço de última geração para a época", cita.
 

"Mas os castigos físicos aconteciam. A realidade era outra. Por mal comportamento, o aluno era colocado em pé atrás da porta. Alguns professores exagerados faziam alunos até ajoelharem no milho", compara o professor.
 

Para ele, o ensino passou a perder a qualidade após o projeto de universalização da escola sem que houvesse recursos suficientes despendidos. "Hoje, a população de alunos é diversificada e há uma série de programas. A preocupação é não deixar ninguém de fora da escola, mas temos alunos que chegam na faculdade sem saber ler", diferencia.
 

Escolas rurais

O autor também destaca na obra, de 227 páginas, a escolas rurais, que, nas décadas de 50, 60 e 70, eram mais frequentadas. "As classes eram divididas de acordo com as dificuldade dos alunos: A, B e C. E os professores chegavam a ir para a cozinha preparar merenda", lembra.

Formado em 1950, Joaquim começou sua carreira como professor primário em Garça e atuou nas cidades de Rinópolis, Tupi Paulista, Santo Anastácio e Presidente Prudente, antes de chegar a Bauru, onde completou sua formação superior em Pedagogia na antiga Fafil, atual USC.

Além de professor, diretor e inspetor de escolas, comandou a Diretoria Regional de Ensino (DRE) de Bauru, de 1979 a 1982, ano em que se aposentou. Foi professor universitário também.
 

Dinheiro revertido

A obra custa R$ 40,00 e toda a renda obtida com a comercialização será revertida para duas entidades assistenciais de Bauru. "A Estrelinhas de Jesus, mantida pelo Centro Espírita à Serviço do Mestre, e a Associação dos Familiares Amigos e Pais dos Autistas de Bauru (Afapab)", cita Mendes.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.