Quarta, 05 Junho 2019 15:39

Projeto de sustentabilidade ajuda a criar sacolas retornáveis

Avalie este item
(2 votos)

Alunos transformam uniformes em 'ecobags' na cidade de Americana
 

O Dia Mundial do Meio Ambiente é comemorado em 5 de junho, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para discussão de pautas que tratem sobre a preservação e conscientização do tema. A busca por soluções sustentáveis faz parte da rotina do Colégio Drummond, da cidade de Americana, interior de São Paulo, e as ideias do professor de Biologia Juliano Schiavo renderam mais do que a simples troca dos uniformes para incluir o novo nome da Instituição. Sob a orientação do docente, a turma do 9º ano desenvolveu um projeto de sustentabilidade que, entre outras ações, transformou o antigo uniforme da escola em "ecobags" (sacolas retornáveis) customizadas.
 

O projeto de sustentabilidade visa dar novo uso a produtos que não tem mais efeito na vida das pessoas, como explicou a diretora do colégio, Rose Fontes. A iniciativa envolve 24 estudantes da classe e está alcançando outras turmas por meio de workshops para a confecção das ecobags. Os estudantes do terceiro ano auxiliaram a produzir as sacolas. Elas trabalham com as crianças menores para criar um produto customizado", disse.
 

Batizado de 'Concorrente do Bem', em alusão ao filme homônimo, o projeto foi proposto por Schiavo com o objetivo de sensibilizar os estudantes para um problema local. "A proposta é que, por meio de reflexões, eles possam identificar uma situação-problema que faça parte de seus cotidiano", declarou.
 

A obra do diretor Mimi Lede (A Corrente do Bem), de 2000, mostra o desafio dado por um professor a uma de suas sala: criar algo que possa. Os estudantes, então, desenvolvem um jogo em que é preço retribuir cada favor com o objeto de sensibilizar um problema local.
 

Além da produção de sacolas ecológicas para reduzir o uso de plásticos, os estudantes se propuseram a plantar árvores e distribuir sementes de girassol, flor que é atrativa a polinizadores, a criar uma estante de troca de livros e a coletar entulhos em áreas abandonadas, evitando a proliferação de vetores de doenças como a dengue, em ações aliadas à conscientização de moradores.


Os alunos ainda estão desenvolvendo as atividades, cuja finalização se dará no meio de junho. Como professor, sinto-me muito orgulhoso de ver o quanto cada um se empenhou em abraçar uma causa e trabalhar para que ela saísse do campo da ideia e se tornasse realidade.


O professor Juliano Schiavo parabeniza a todos os alunos envolvidos: Ágatha Drielen Gonçalves de Assis, Ananda Freitas De Faria, Anderson Gabriel de Mattos, Bianca Ayumi Utimura Alves, Caroline Barco Gonçalves Dias, Clara Campos Teixeira Godois, Cléo Bueno Vedovato, Fabrizio Carotenuto Brito, Guilherme Lemes Soares da Silva, Gustavo Francisco Lima, Hellen Caroline Amaro Da Silva, Hiago Grava Menegão , Isabela Falchi Carvalho Mendes, Isabela Minatti, Lavinia Cardoso Rezende Leite, Lucas Henrique da Silva, Lucas Yago Spigolon, Maria Eduarda Marques Silva, Maria Eduarda Matos Machado, Natã De Almeida, Rayane Estolfe Andrade Coelho, Tainá Gonçado Santa Rosa, Vinicius Luis David e Victor Fonseca Bacchin.                                                                          

1 Comentário

  • Link do comentário Rose Fontes Quinta, 06 Junho 2019 13:55 postado por Rose Fontes

    Estamos muito orgulhosos com o resultado desse projeto, o envolvimento dos alunos do 9ano e a participação do 3ano do Ensino Fundamental. Parabéns professor Juliano e alunos.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.