Terça, 03 Novembro 2020 12:55

“Semana Artea” visa estimular o uso da arte no tratamento

Avalie este item
(0 votos)
“Semana Artea” visa estimular o uso da arte no tratamento Farid Zaine (foto), é o autor do Projeto que tem como missão utilizar linguagens artísticas no manejo de pessoas com autismo

Com aprovação unânime do Legislativo na sessão ordinária de 19 de outubro, o Projeto de Lei nº 196/2020, que dispõe sobre a “Semana Artea – Arte e Transtorno do Espectro Autista”, a ser realizada anualmente em abril, agora é mais um item voltado ao tratamento das pessoas que têm o espectro em Limeira. A autoria do Projeto é de José Farid Zaine (PL), ex-secretário da Cultura da cidade e membro da Diretoria do CPP-Limeira. O Dia Mundial de Conscientização do Autismo é 2 de abril.

O texto do Projeto cita a importância de se reunir todas as linguagens artísticas no tratamento do autismo. “A existência de uma semana dedicada a estimular a utilização da arte em suas diversas linguagens, como as artes visuais, a música, o teatro e a dança, no tratamento do TEA (Transtorno do Espectro Autista), é de extrema importância”, informa o texto que ainda traz detalhes de como o projeto vai funcionar: “Muitas experiências já demonstraram o poder da arte de auxiliar na melhora da comunicação e na integração social de autistas. A “Semana Artea, fixada no Calendário Oficial do Município, abrirá espaço para que se realizem palestras, encontros, estudos sobre o tema e apresentações de resultados que revelam a força terapêutica que pode ter a arte, quando os portadores de TEA têm a chance de se expressar nas linguagens artísticas que eles escolhem”, explica a justificativa da Lei.

O CPP-Limeira, entidade com 37 anos de atuação na cidade e organização responsável pela fundação da Adaali (Associação dos Defensores e Amigos do Autista de Limeira e Região), entre outros trabalhos voltados à causa, parabeniza pela importante iniciativa. Todo trabalho envolvendo a questão autista deve ser reconhecido e estimulado, pois o transtorno, comprovadamente, vem acometendo cada vez mais um número maior de pessoas e iniciativas que chegam para ajudar nas demandas que o tema gera são bem-vindas.

O texto do Projeto cita a importância de se reunir todas as linguagens artísticas no tratamento do autismo. “A existência de uma semana dedicada a estimular a utilização da arte em suas diversas linguagens, como as artes visuais, a música, o teatro e a dança, no tratamento do TEA (Transtorno do Espectro Autista), é de extrema importância”, informa o texto que ainda traz detalhes de como o projeto vai funcionar: “Muitas experiências já demonstraram o poder da arte de auxiliar na melhora da comunicação e na integração social de autistas. A “Semana Artea, fixada no Calendário Oficial do Município, abrirá espaço para que se realizem palestras, encontros, estudos sobre o tema e apresentações de resultados que revelam a força terapêutica que pode ter a arte, quando os portadores de TEA têm a chance de se expressar nas linguagens artísticas que eles escolhem”, explica a justificativa da Lei.

O CPP-Limeira, entidade com 37 anos de atuação na cidade e organização responsável pela fundação da Adaali (Associação dos Defensores e Amigos do Autista de Limeira e Região), entre outros trabalhos voltados à causa, parabeniza pela importante iniciativa. Todo trabalho envolvendo a questão autista deve ser reconhecido e estimulado, pois o transtorno, comprovadamente, vem acometendo cada vez mais um número maior de pessoas e iniciativas que chegam para ajudar nas demandas que o tema gera são bem-vindas.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.