Sexta, 25 Junho 2021 13:18

Morre Celso Francisco Pimentel, aos 89 anos, em Itapeva

Avalie este item
(0 votos)
Morre Celso Francisco Pimentel, aos 89 anos, em Itapeva Foto: arquivo pessoal

Na noite desta quinta-feira (24) faleceu o professor Celso Francisco Pimentel, aos 89 anos. Ele já vinha há alguns anos sofrendo de problemas causados pela diabetes e, infelizmente, fez uma pequena cirurgia esta semana, não resistindo. O velório começará às 14h, restrito a amigos e familiares, por causa da pandemia.

Nasceu em 28 de janeiro de 1932, na cidade de Itararé, interior do estado de São Paulo, filho de Jarbas Pimentel e Isabel Merege Pimentel. Estudou na cidade até formar-se professor. Posteriormente, licenciou-se em pedagogia pela Faculdade de Ciências e Letras, de Itapetininga, possuindo ainda os cursos de administrador escolar e supervisão escolar.

Ingressou no magistério em 1955, na Escola Masculina da Barra do Chapeú, na  época Distrito de Apiaí. Foi efetivado como diretor de ensino em 1962, na Escola Professor Luiz José Dias, em Ribeirão Branco, por oito anos. Também ocupou a função de diretor de Escola Estadual Professor Gabriel Pinto de Faria, em Itaberá, e na Coronel Acácio Piedade, em Itapeva.

Durante muito anos foi supervisor de ensino substituto e  delegado de ensino por algum tempo, ambos os cargos na cidade de Itapeva. Aposentou-se em 1987 e em 1990 passou a dirigir o Colégio Objetivo, na mesma cidade. Em 2019 recebeu em sessão solene o título de cidadão itapevense, pelos relevantes serviços prestados à sociedade, no âmbito da educação.

Um idealizador e lutador pela causas do magistério paulista foi um dos fundadores da Sede Regional do Centro do Professorado Paulista em Itapeva. Foi membro do Conselho Superior da entidade por vários mandatos.

A diretoria do CPP lamenta a morte e se solidariza com amigos e familiares.

Lido 214 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.