Quinta, 05 Agosto 2021 11:01

Aulas presenciais são suspensas em 3 escolas de Serrana, SP

Avalie este item
(0 votos)

Medida foi tomada em cumprimento a protocolo da Vigilância Epidemiológica Municipal


As aulas presenciais foram suspensas em três escolas municipais de Serrana (SP) depois que seis casos de Covid-19 foram confirmados nas unidades. Segundo informações divulgadas pela prefeitura nesta terça-feira (3), os casos positivos são de crianças e adolescentes que foram infectados fora do ambiente escolar.

A suspensão das atividades presenciais segue protocolo elaborado pela Vigilância Epidemiológica Municipal, que recomendou a paralisação por dez dias desde que sejam confirmados, no mínimo, dois caso por instituição. "As atividades presenciais são suspensas por dez dias para desinfecção do prédio e interrupção do contágio", informou a prefeitura, em nota.

Os casos foram registrados na última semana de julho e neste início de agosto na escola Venusta Spanazz, na creche Professor José Carlos França e na escola Professora Dalzira Barros Martins. Todos os pacientes passam bem, sem sintomas graves, de acordo com a prefeitura. O retorno de estudantes e profissionais da educação às unidades está previsto para os dias 9 e 13 de agosto. Até lá, as atividades são mantidas remotamente.

De acordo com a prefeitura, a Secretaria Municipal de Educação está com constante comunicação com a Vigilância Epidemiológica e com órgãos de saúde pública para garantir a prevenção do contágio da Covid-19.

Retomada das aulas

O segundo semestre do ano letivo nas escolas da rede municipal teve início no dia 21 de julho, em Serrana. A capacidade de ocupação por sala de aula aumentou de 35% para 50% em todos os níveis - infantil, fundamental e médio, incluindo as redes particular e estadual. Com a capacidade das salas limitada à metade, os alunos foram divididos em duas categorias (verde e amarela), com cada uma indo à escola dia sim, dia não - enquanto a outra assiste à aula de forma remota.

Por outro lado, praticamente todos os professores voltaram a trabalhar presencialmente, já que, segundo a prefeitura, a grande maioria está vacinada com as duas doses do imunizante contra a Covid-19. "Temos 280 professores, e creio que em torno de 190 professores já foram vacinados com as duas doses. É uma minoria de fora que está sem a segunda dose, em torno de dez, 11 professores só. Basicamente, a educação inteira já está vacinada", informou a secretária de Educação Izabel Zamboni. Nas creches, o atendimento voltou ao período integral. Antes, o horário estava limitado à metade do tempo de funcionamento.

Resultados da vacinação

Escolhida para participar do 'Projeto S', do Instituto Butantan, Serrana vacinou, com duas doses, 27.160 pessoas maiores de 18 anos, exceto grávidas, mulheres que deram à luz próximo ao dia de vacinação e portadores de comorbidades. O número é equivalente a 98% dos moradores cadastrados na pesquisa. Os primeiros resultados apresentados pelo Butantan apontaram que casos sintomáticos da doença tiveram uma redução de 80% após as duas etapas de vacinação, além da queda de 95% no número de mortos na cidade em abril e recuo de 86% nas hospitalizações.  Em julho, o cenário epidemiológico melhorou ainda mais, com redução dos casos e de mortes -  foram dois óbitos no período.

Para os cientistas, o controle da pandemia se deu depois que a imunização completa chegou a 75% do grupo de voluntários, o que corresponde a cerca de 20,3 mil pessoas. Isso foi possível observar a partir do momento em que o grupo azul - último a ser imunizado  - já apresentava benefícios mesmo antes de receber a primeira dose da Coronavac. Segundo o Butantan, o estudo clínico da vacinação em massa contra a Covid-19 também apontou que os imunizados causam um efeito indireto de proteção mesmo a quem não recebeu nenhuma dose da vacina.

Fonte: G1- Ribeirão e Franca

Lido 718 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.