Quinta, 25 Junho 2020 10:44

Comunicado DPME nº 67 | Perícias Médicas ao servidor com atestado de Covid-19

Avalie este item
(0 votos)

No Diário Oficial do Estado de 24 de junho, Seção II, página 3, está publicado o Comunicado do Departamento de Perícias Médicas do Estado – DPME, com orientações para o servidor portador de atestado de Covid-19.

FAZENDA E PLANEJAMENTO

COMUNICADO DPME Nº 067, DE 23/06/2020

A Diretora Técnica de Saúde III, do Departamento de Perícias Médicas do Estado – DPME, no uso das competências que lhe são atribuídas, comunica que:


Considerando a necessidade de manutenção de a necessidade de manutenção de medidas temporárias e emergenciais de prevenção de contágio pelo COVID-19 (Novo Coronavírus).


No caso de servidor que necessitar afastar-se por apresentar sintomas reconhecidos do Novo Coronavírus, quando de acordo com o item VI da Deliberação 1, de 17-3-2020, do Comitê Administrativo Extraordinário Covid-19, caberá à Unidade do servidor solicitar perícia médica pelo sistema informatizado do DPME observando os seguintes passos:


1) Mediante solicitação do servidor, o órgão de RH deverá fazer a requisição online de agendamento de perícia médica, no sistema eSisla, disponível por meio da “Área Restrita” do endereço eletrônico.


2) No menu de tarefas localizado no canto superior esquerdo da tela, o usuário do órgão de RH deverá selecionar a opção “Agendamento – Licença” e informar o CPF do servidor que requisitou a perícia médica;


3) Digitalizar e anexar ao sistema a documentação médica que indica o afastamento do servidor;Obs: O nome do arquivo não pode ultrapassar 40 posições. Devendo a extensão ser JPG ou PDF com tamanho máximo de 250 bytes, preferencialmente sem caracteres especiais e acentuação.


4) Para concluir a solicitação o usuário do setor de RH deverá:


a) Atualizar os dados de contato do servidor e clicar em “CONFIRMAR”;
b) Preencher os dados da perícia: TIPO, PESSOA e HOSPITALAR;
c) Informar os dados do atestado, principalmente Nº DE DIAS e DATA DO ATESTADO;
d) Selecionar “ENVIAR”;e) Selecionar “CONCLUIR”;
f) O sistema emitirá o comprovante de agendamento e deverá acompanhar as publicações em Diário Oficial.


No caso de necessidade de afastamento para acompanhamento de familiar com febre e sintomas respiratórios que possuam histórico de viagem à locais de transmissão ou tenham tido contato com caso suspeito, a Unidade do servidor deverá encaminhar a solicitação da licença por e-mail: periciasatendimento@sp.gov.br anexando ao pedido relatório médico completo que esteja de acordo com os termos da Resolução SPG nº 09, de 12 de abril de 2016 e no qual conste, ainda, o nome do servidor como familiar responsável (cuidador).


Quaisquer dúvidas entrar em contato com o DPME pelo e-mail: periciasmedicas@sp.gov.br ou periciasatendimento@sp.gov.br.

Lido 5701 vezes

6 comentários

  • Link do comentário Monica Mattos Segunda, 15 Fevereiro 2021 18:23 postado por Monica Mattos

    Olá
    Servidor diagnósticada com Covid, em tratamento e isolamento em residência, precisa passar por perícia médica presencial, mesmo já passando o atestado com o Cid para unidade escolar?
    A unidade escolar já fez o agendamento da perícia, pode isso?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Adriany Haddad Quinta, 10 Dezembro 2020 19:18 postado por Adriany Haddad

    Servidor diagnósticada com Covid, em tratamento e isolamento em residência, precisa passar por perícia médica presencial, mesmo já passando o atestado com o Cid para unidade escolar?
    A unidade escolar já fez o agendamento da perícia, pode isso?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Mara Gaspar LOpes Quarta, 09 Dezembro 2020 17:55 postado por Mara Gaspar LOpes

    O servidor que tirou licença médica por ter confirmado COVID-19 ,pode ser descontado em folha de pagamento o GTN e ALE?
    Aguardo retorno
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário jose milton ribeiro Quarta, 07 Outubro 2020 12:25 postado por jose milton ribeiro

    prescisei sair em licença medica ,09 dia afasta ,veio negado ,pedi, reconsideraçao ,mas a unidade errou nos preenchimento,recorri ao superior mas ate agora nao veio nada,aguem recorrer pois tudo parece confuso e sem resposta?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário Ana Terça, 11 Agosto 2020 13:54 postado por Ana

    Sendo o servidor confirmado com Covid-19
    A licença é compulsória apenas por 14 dias ou pode se estender de acordo com a necessidade de mais tempo do paciente por ainda apresentar sintomas?
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

  • Link do comentário marcelo Terça, 21 Julho 2020 08:14 postado por marcelo

    No caso de Servidor CONFIRMADO COVID-19 e INTERNADO em UTI.

    Como o núcleo pessoal deve proceder com a Licença ?

    A licença é Compulsória ou Não ?

    Aguardo retorno!
    CPP: encaminhado à Procuradoria. Aguarde retorno por e-mail.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.
Campo destinado a comentários relacionados à notícia. Duvidas sobre Vida Funcional devem ser encaminhadas aos respectivos setores.
Clique aqui para ver os contatos.